• Belemitas

Caridade - Raiz Coral | Mensagens Cantadas



Você se lembra de algum hino que marcou sua vida? Bom, eu me lembro e quero compartilhar essa canção que diz muito sobre a minha adolescência.


Lançado em 2004 pelo grupo Raiz Coral, a música Caridade foi uma das mais relevantes do CD Pra Louvar (ouça aqui https://www.youtube.com/watch?v=ss81Da2NdSI) e uma das responsáveis pelo sucesso quase imediato do grupo. Claro que, nesse mesmo CD, tinha outros louvores muitos bons, como Jesus Meu Guia É, que contou com a participação do cantor Leonardo Gonçalves, mas falaremos desse em uma outra oportunidade.


O que mais me chamou a atenção na época e me fez gostar muito desse hino, foi o ritmo mais agitado e diferente daqueles que eu estava acostumado. Depois de ouvir algumas vezes, sempre motivado pelo ritmo, comecei a prestar atenção em sua letra e na riqueza daquele texto.


Essa letra faz referência a diversos textos bíblicos que servem de edificação para a nossa vida, mas por enquanto gostaria de focar em apenas em dois:


1) “Pelo contrário, ele abriu mão de tudo o que era seu e tomou a natureza de servo, tornando-se assim igual aos seres humanos. E, vivendo a vida comum de um ser humano, ele foi humilde e obedeceu a Deus até a morte — morte de cruz.” (Filipenses 2:7-8)


Esses dois versículos demonstram o tamanho do amor de Jesus pelas nossas vidas. Ele foi capaz de deixar os céus para vir ao mundo e morrer pelos meus pecados. Você já imaginou dar algo de valor pela vida de alguém? Consegue mensurar o tamanho do amor que te faria dar a sua vida por outra pessoa?


2) “Eu poderia falar todas as línguas que são faladas na terra e até no céu, mas, se não tivesse amor, as minhas palavras seriam como o som de um gongo ou como o barulho de um sino. Poderia ter o dom de anunciar mensagens de Deus, ter todo o conhecimento, entender todos os segredos e ter tanta fé, que até poderia tirar as montanhas do seu lugar, mas, se não tivesse amor, eu não seria nada. Poderia dar tudo o que tenho e até mesmo entregar o meu corpo para ser queimado, mas, se eu não tivesse amor, isso não me adiantaria nada.” (1 Coríntios 13:1-3)


Para simplificar, vamos entender a “Caridade” (título da música) como o Amor ensinado por Paulo nos versículos acima. Nesse sentido, caridade significa que a nossa inteligência, o nosso conhecimento, a nossa fé e a nossa oferta/doação aos pobres NUNCA substituirão a necessidade de demonstrar o mesmo amor de Cristo para com o próximo.


Se Jesus foi capaz de abrir mão de tudo pelas nossas vidas, será que não podemos abrir mão do nosso orgulho para amar o próximo como a nós mesmos?