• Belemitas

“Desperdicei minha vida!”



Você provavelmente já deve ter escutado alguém dizendo as palavras que estão no título desse texto. Convenhamos que, normalmente, são palavras que provêm de pessoas arrependidas pela forma como viveram as suas vidas. Há algum tempo comecei a pensar: será que no futuro, quando eu olhar para trás, terei a mesma percepção sobre a minha vida?! Acredito que esse momento fica ainda mais próximo quando encurtamos a abrangência de tempo. Que tal aquela famosa fala: “Desperdicei um mês inteiro assistindo aquela série, devia ter confiado na classificação que as pessoas que assistiram antes deram a ela.”?


Como cristãos, temos certeza que Deus planejou uma história única para cada ser criado. Sendo assim, como devemos prosseguir de forma a viver cada propósito do Senhor para as nossas vidas? Nenhum de nós tem o desejo de repetir uma frase de arrependimento ao final de nossos dias, por isso, vamos refletir sobre alguns tópicos que, acredito, merecem uma parte especial dos nossos esforços. Lembre-se: estamos em uma corrida de volta única, e ela pode acabar a qualquer momento!


1. Viva para a glória de Deus.

Isaías 43.7: “A todos os que são chamados pelo meu nome, e os que criei para minha glória; eu os formei, sim, eu os fiz.”


Assim como nós não podemos adicionar mais brilho ao Sol, não podemos fazer Deus mais glorioso e maravilhoso do que Ele é. Contudo, o Senhor permite que sejamos participantes da Sua Glória, mesmo que ainda não em sua completude antes de nossa glorificação com o Filho [1]. Segundo John Piper, “A vida é desperdiçada quando nós não vivemos para a glória de Deus. E eu quero dizer toda a vida. É tudo para a sua glória. É por isso que a Bíblia chega aos detalhes do comer e beber (1 Co 10:31).” [2]. Quando nos posicionamos a fim de viver para a glória de Deus e compartilhar a Sua infinita beleza com todos ao nosso redor, estaremos trilhando os caminhos que Ele preparou para nós. As nossas profissões, os nossos sonhos, projetos e conversas devem ter um único objetivo final: glorificar a Deus!


2. Ame a sabedoria!

Provérbios 3.16-17: “A sabedoria oferece uma vida longa e também riquezas e honras. Ela torna a vida agradável e guia a pessoa com segurança em tudo o que faz.”


Somos confrontados com situações difíceis diariamente. A sabedoria nos dará instrução para sermos bem-sucedidos em qualquer situação, permanecendo calmos em meio a crises, pacientes quando pressionados, gentis quando desafiados, e firmes quando confrontados por uma tentação [3]. Não se esqueça de que a verdadeira sabedoria se baseia em um relacionamento com Deus (Provérbios 1.7).


3. Viva intensamente cada parte da sua jornada.

Deus não é alguém que se posiciona distante de nós e fica segurando diversos planos em suas mãos dizendo: “Hey, espero que você consiga chegar até aqui e seja capaz de viver esses planos!”. O Senhor quer estar conosco em cada singular etapa das nossas vidas. Não despreze os períodos difíceis; não despreze os pequenos começos e faça tudo com excelência, pois fazer algo comum de forma extraordinariamente bem trará sucesso [4]. Se você sente vontade de iniciar um grupo de estudos bíblicos e oração, ou um grupo de evangelismo, ou até mesmo um blog, faça-o! Aplique-se em servir ao Senhor com os talentos que Ele te deu e conte com a capacitação e direção do Espírito Santo.


4. Administre bem o seu tempo e esforços.

Salmos 90.12: “Faze com que saibamos como são poucos os dias da nossa vida para que tenhamos um coração sábio.”


Nós temos a mania de pensar muito no futuro e, em muitos momentos, esquecemos que a colheita de amanhã só será possível se as sementes forem plantadas hoje. O tempo é um dos bens mais preciosos que temos, e o nosso papel é administrá-lo da melhor forma possível. Em nossa agenda de atividades diárias, devemos sempre incluir um tempo específico com o Senhor; segundo o Pr. Antonio Gilberto, devemos considerar como perdido cada dia que passamos sem ler nossas Bíblias [5].


5. Viva para a eternidade.

Pense na vida como uma corda que tem um início, porém não tem um fim. Pense também em um pequeno ponto vermelho - quase imperceptível frente ao tamanho da corda - em sua ponta de início. Podemos comparar o ponto em vermelho com a nossa existência aqui na terra e todo o restante da corda com a nossa eternidade. Incrível como retemos tão firmemente a nossa visão apenas a um pequeno ponto, não é mesmo?!


Se entregarmos as nossas vidas a Cristo, podemos ter a convicção de que estaremos por toda eternidade ao seu lado. Destaco aqui um trecho do texto Ode ao Eterno, escrito pelo Léo: Se apenas passamos pela vida, é certo que nela esperamos aquilo que é eterno - vivemos a esperança da eternidade do amor de Deus, o momento em que para sempre estaremos com Ele.


Existem oportunidades maravilhosas no presente de cada dia e um futuro glorioso preparado por Deus para as nossas vidas! Se o Senhor não perde bilhões e bilhões de estrelas de vista e conhece muito bem cada uma delas (Salmos 147.4), com certeza Ele também não nos perdeu de vista. Invista a sua vida para glorificar a Deus! Aproveite-a muito bem, pois cada novo respirar é um presente do Autor da Vida! Que as nossas últimas palavras ao avaliar a forma como gastamos as nossas vidas sejam: “Fiz o melhor que pude na corrida, cheguei até o fim, conservei a fé. E agora está me esperando o prêmio da vitória, que é dado para quem vive uma vida correta, o prêmio que o Senhor, o justo Juiz, me dará naquele dia, e não somente a mim, mas a todos os que esperam, com amor, a sua vinda.” (2 Timóteo 4.7-8).


-


[1] DANTAS, Leonardo. A Mensagem Por Trás da Música - Agradeço (Pelo Seu Sangue). Disponível em: <https://www.belemitas.com/copia-agradeco-pelo-seu-sangue-1>. Acesso em: 20 jun. 2018.[2] PIPER, John. Don’t Waste Your Life, p. 32.[3] Bíblia The Way - O Caminho. “Conecte-se”, p. 811. [4] MAXWELL, John C. Sucesso vivendo um dia de cada vez, p. 30.[5] GILBERTO, Antonio. Manual da Escola Dominical, p. 21.