• Belemitas

Esperança e Fé



“E há esperança quanto ao teu futuro, diz o senhor...” Jeremias 31:17

É fácil notar em nossa sociedade a progressiva escassez de esperança. Guerras iminentes, grandes desastres, transformações sociais, tragédias, fatalidades, medo e desânimo são cenários que se formam ao nosso redor e só aumentam a descrença no amanhã. Com todas essas “fortalezas” opressoras, parece quase impossível levantar os olhos e enxergar um futuro promissor.


Porém, apesar de tudo isso, devemos sempre manter a nossa esperança.


Podemos encontrar um exemplo dessa virtude cristã em Abraão: “O qual, em esperança, creu contra a esperança, tanto que tornou-se pai de muitas nações, conforme o que lhe fora dito: Assim será tua descendência”. Romanos 4:18


Apesar das circunstâncias desfavoráveis (até porque Abraão e Sara já eram avançados em idade para que pudessem gerar), ele conseguiu mediante a fé firmar a esperança na promessa dada por Deus, tornando-se não apenas pai de nações, como também nosso pai na Fé Cristã.


“A fé traz a dimensão do sobrenatural, sem ela, a esperança se limita às possibilidades da vida ou a um sonhar alienado.” - Ruben Martins Amorese

A fé mantém a esperança. Sem ela a esperança se torna apenas um otimismo comum e alienado. Em Gálatas 5:5, o Apóstolo Paulo nos aconselha a guardar a esperança pelo espírito da fé.


Mas não podemos nos agarrar em qualquer “caniço” agitado pelo vento. Cristo deve sempre ser a nossa esperança (Colossenses 1:27), pois foi por sua ressurreição que nos trouxe a viva esperança, ou seja, aquela que não depende das flutuações do mundo ou de nossos medos e dúvidas. É a verdadeira esperança, que independe de validações.


Por isso, devemos ter a firme confissão da esperança em Cristo Jesus (Hebreus 10:23), que é a confissão da dependência no Senhor para viver maravilhas que virão a seu tempo, porque quem fez a promessa é fiel.


Mesmo com aflições, estamos firmes de que “há esperança para o nosso futuro” (Jeremias 31:17), deixando de lado todo medo que produz dúvida sobre o amanhã.


Não perca a esperança, confie no Senhor e faça como o salmista que diz:


“Ó minha alma, espera em Deus, porque Dele vem a minha esperança.” Salmos 62:5

Depois do choro vem o riso. Depois da noite vem o dia. Depois da doença vem a cura. Depois da morte vem a ressurreição. Depois da esterilidade vem a fecundidade. Depois da corrupção vem a Justiça. Depois da tristeza vem a alegria. Tudo isso para aqueles cujo a esperança é o Senhor.