• Belemitas

O pedido mais feito durante a pandemia (Mais Perto Quero Estar)


Mais perto quero estar Meu Deus de Ti Ainda que seja a dor Que me una a Ti  Sempre hei de suplicar Mais perto quero estar Mais perto quero estar Meu Deus de Ti

Se você, assim como eu, tem estado mais atento ao seu WhatsApp nos últimos meses, concluirá rapidamente que o emoji mais utilizado atualmente é aquele que chamamos de "mãozinhas de oração" (você também o chama assim?). Não precisamos de uma pesquisa para provar isso, só precisamos olhar ao nosso redor e para nós mesmos nos últimos tempos. Qual é a primeira coisa que fazemos quando estamos confusos, desesperados, com medo ou precisando de uma resposta urgente?


Estamos em um tempo muito doloroso e complexo. Pela manhã, nos alegramos em receber uma foto dos nossos avós ou conhecidos que se vacinaram. Porém, após pouco tempo, estamos recebendo pedidos de oração para clamarmos pela vida de um irmão ou amigo que acabou de ser internado às pressas. O pedido mais recebido da pandemia é um sincero clamor por oração! Um dia Jesus ensinou os discípulos a como orar. Pois bem, estamos em prova prática do que aprendemos sobre orar sem cessar e sobre ajudar uns aos outros.


Quero fazer uma reflexão com você sobre a essência dos nossos pedidos de oração. Eles podem ter causas diversas, como doença, a dor de uma perda, gratidão, etc. Porém, mesmo que algumas causas pelas quais oramos sejam diferentes, existe um clamor mais profundo dentro de nós. O mais profundo do nosso ser está pedindo por companhia verdadeira no sofrimento; está pedindo por um lugar onde todo o peso possa ser depositado; está pedindo por certeza de que tudo não vai acabar assim e que haverá recompensa pelo tempo presente. Em outras palavras, o pedido mais feito durante a pandemia é:


Sempre hei de suplicar Mais perto quero estar Mais perto quero estar Meu Deus, de ti!

Ainda melhor do que receber emojis bem intencionados de nossos irmãos, é saber que a oração é o meio de se alcançar a necessidade mais profunda do nosso coração: a proximidade com Deus - [A]inda que seja a dor que nos leve a isso.


Nos últimos dias, o hino "Mais Perto Quero Estar", número 187 de nossa Harpa Cristã, tem sido uma grande fonte de deleite. O hino foi escrito por Sarah Flower Adams. O título original é "Nearer, My God, to Thee" - só pela presença do "Thee", você já sabe que ele é bem antigo.


Caminho de tristeza


Andando triste Aqui na solidão Paz e descanso a mim Teus braços dão

A Bíblia nos diz que há tempo para todas as coisas. Há tempo, inclusive, para ficar triste e para chorar (Eclesiastes 3.4). Nós estamos andando em um grande vale e enxergar o pico da montanha é bem difícil. Porém, sabe de uma coisa? Deus não está nos esperando no topo do monte com os braços abertos para nos parabenizar quando chegarmos lá por nossas próprias forças! Ao comparar o cristianismo com qualquer outra religião, nunca acharemos uma história de doação, compaixão e entendimento da vida humana como a de Cristo. Jesus não ficou observando as nossas dores do mais alto lugar, ele desceu o monte, viveu entre nós e sofreu infinitamente mais do que nós.


Você provavelmente já leu vários episódios onde Jesus estava triste. No Getsêmani, por exemplo, tempos antes de ir para a cruz, o Mestre estava tão amargurado que o seu suor era como gotas de sangue caindo no chão (Lucas 22:44). Jesus não estava com medo da cruz, como alguém que não sabia o que ia acontecer ou não sabia os resultados de sua ação. Jesus estava, sim, profundamente triste e sentindo o peso de ter que levar os nossos pecados sobre si mesmo.


Sabe o que Jesus fez enquanto estava tão triste? Ele orou. Se fosse nos dias atuais, ele teria pedido oração para alguns amigos (neste caso, eles iriam mandar o emoji, mas logo depois cairíam no sono) e se reservado do mundo ao redor para orar. Jesus deu o exemplo de como aceitar a paz de Deus[1] e descansar em seus braços.


"E, indo segunda vez, orou, dizendo: Meu Pai, se este cálice não pode passar de mim sem eu o beber, faça-se a tua vontade." Mateus 26:42

A alegria que fez com que Cristo suportasse seu sofrimento, conforme nos diz Hebreus 12:2, foi a antecipação do relacionamento pessoal que ele teria com cada um de nós que o recebemos. Veja só: Jesus nos quer perto de si e isso é uma alegria para ele! Se o objetivo é estar perto dEle, digamos sim para a Sua vontade. Na verdade, a nossa vida deve ser um constante "sim" para o que Deus fizer. A Sua vontade, por fim, está guiando o nosso caminho de peregrinação para o céu.


Nas trevas, eu vou sonhar!


Nas trevas vou sonhar Mais perto quero estar Mais perto quero estar Meus Deus, de Ti!

Algumas ações expostas no hino parecem ser verdadeiras tarefas impossíveis. Como eu posso sonhar enquanto estou nas trevas?!


Bom, para entender bem a aplicabilidade dessas palavras, não precisamos ir longe. Olhemos para as nossas vidas hoje. Todos nós não estamos sonhando com mais da presença de Deus nesses dias? É bem verdade que, enquanto estamos aqui, já podemos viver uma parcela do que experimentaremos por toda a eternidade. Por este motivo, continuemos a sonhar com o dia onde o nosso clamor será plenamente atendido, mas não nos esqueçamos de que devemos começar a viver esse sonho aqui.


“Portanto, não estamos desistindo. Como poderíamos? Ainda que por fora pareça que tudo está se acabando, por dentro, onde Deus está criando uma nova vida, não há um só dia em que sua graça reveladora não se manifeste. Os tempos difíceis nada são comparados com os bons tempos que estão por vir, a celebração sem fim preparada para nós. Há muito mais do que podemos ver. As coisas que agora vemos estão aqui hoje, mas desaparecerão amanhã. Mas as coisas que não vemos agora irão durar para sempre.” 2 Coríntios 16-18 (A Mensagem)

E quando enfim


Eu já destaquei que o desejo de estar perto é recíproco, ou seja, Deus também deseja proximidade conosco. A promessa que Jesus nos fez para o futuro é a sua própria presença: "E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez e vos levarei para mim mesmo, para que, onde eu estiver, estejais vós também." João 14:3. Caro irmão, o nosso foco para esta e para a próxima vida deve ser estar no mesmo lugar que Jesus está. Veja que nas palavras acima Jesus não diz que nos levará para os "céus", ele diz que nos levará para Ele mesmo!


Naquele grande dia, todo clamor será respondido! Ah, que dia... O dia em que veremos o nosso Salvador e o adoraremos por toda a eternidade. Que grande consolo saber que reconheceremos os nossos irmãos, parentes, amigos e tantos outros que já partiram[2]. Ao lado de Jesus não haverá memória de sofrimento em nossas mentes ou sequer motivo para lágrimas. Quando Cristo nos chamar, enfim nos alegraremos. O hino se encerra dizendo que não será mais necessário sonhar:


Então me alegrarei Perto de Ti, meu Rei. Perto de Ti, meu Rei, Meu Deus, de Ti!

Por fim, ressalto que podemos viver, de forma maravilhosa, uma parcela da concretização desse sonho enquanto estivermos aqui. Jesus prometeu estar sempre conosco (Mateus 28:18-20). Ele disse que o Espírito Santo, o Consolador, habitaria em nós e estaria conosco (João 14:17). Permita-me dizer que "mais perto quero estar" são algumas das palavras mais poderosas que podem sair de nossos corações. Quando não soubermos mais como orar, que o nosso clamor continue sendo:


Mais perto quero estar Meu Deus, de Ti!

Se você leu esse texto até aqui, mas ainda não conhece a Jesus Cristo ou não entregou a sua vida a ele a ponto de ter certeza da sua salvação, o Senhor está lhe dando a oportunidade de aceitar o grande tesouro da vida. Jesus morreu pelos nossos pecados e levou o peso de toda a nossa culpa para preencher a lacuna que havia entre Deus e nós. Clame por Jesus hoje, creia em seu coração que ele é o Salvador e entregue o controle da sua vida para o grande Capitão do universo! O medo de uma vida sem sentido, isto é, medo de ser condenado por não ter os seus pecados perdoados, e que acabará de uma forma incerta, não existe quando estamos unidos a Jesus:


"No amor não há medo; o amor que é totalmente verdadeiro afasta o medo. Portanto, aquele que sente medo não tem no seu coração o amor totalmente verdadeiro, porque o medo mostra que existe castigo. Nós amamos porque Deus nos amou primeiro." 1 João 4:18-19

[1] Para entender mais sobre a paz de Deus, leia nossa série escrita sobre o assunto. Comece aqui: https://www.belemitas.com/post/paz-de-deus-x-paz-do-mundo

[2] Sempre há muitas dúvidas se nós iremos ou não nos reconhecer no céu. De acordo com a Bíblia, iremos. Veja esse vídeo do Pr. Ciro Zibordi para mais detalhes: https://www.youtube.com/watch?v=-AiF_nGVNtA&t=409s.







Posts recentes

Ver tudo